Notícias de saúde

Clamídia e gonorreia extragenital em homens homossexuais

20 de maio de 2019 (Bibliomed). A clamídia e a gonorreia extragenital (retal e faríngea) são prevalentes entre homens que fazem sexo com homens (HSH), de acordo com pesquisa publicada na edição revista eletrônica Morbidity and Mortality Weekly Report, dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC).

Pesquisadores do CDC em Atlanta examinaram a prevalência de doenças sexualmente transmissíveis extragenitais (DSTs) entre HSH. Em cinco EUA cidades, a comunidade de atendimento aos HSH foi recrutada para fornecer amostras auto-coletadas para o rastreamento de clamídia e gonorreia. Foram incluídos dados de 2.075 HSH que forneceram amostras com resultados válidos.

Os pesquisadores descobriram que 13,3% dos participantes estavam infectados em pelo menos um dos locais extragenitais com pelo menos um dos dois organismos (clamídia e/ou gonorreia). Cerca de um terço dos HSH participantes não haviam sido submetidos a exames de DST no ano anterior.

A natureza assintomática das doenças sexualmente transmissíveis extragenitais e as altas prevalências encontradas nessa população corroboram a necessidade de rastreamento regular de todos os HSH sexualmente ativos, em todos os locais anatômicos de exposição.

Fonte: MMWR Morb Mortal Wkly Rep 2019;68:321–325. DOI: 10.15585/mmwr.mm6814a1External.

Copyright © 2019 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários