Notícias de saúde

Parar de fumar “de uma vez” é melhor do que a cessação gradual do uso do cigarro

03 de maio de 2016 (Bibliomed). Parar de fumar “de uma vez” supera uma abordagem de suspender o uso de cigarros de modo mais gradual, de acordo com pesquisa publicada online em 15 de março de 2016 na revista Annals of Internal Medicine.

A recente pesquisa incluiu 697 adultos fumantes da Inglaterra. Os participantes do estudo fumavam uma média de 20 cigarros por dia. Mais de nove em cada 10 dos participantes eram brancos. A idade média dos fumantes foi de 49 anos, e metade eram mulheres. Os voluntários do estudo foram aleatoriamente designados para parar de fumar abruptamente ou reduzir gradualmente em 75% o uso dos cigarros ao longo de duas semanas. Os investigadores realizaram um controle dos pacientes após quatro semanas e após seis meses depois do início do experimento. Exames de laboratório foram usados para confirmar se os fumantes tinham realmente deixado de fumar.

Os pesquisadores descobriram que em quatro semanas, 39,2% dos que tinham parado gradualmente haviam parado de fumar, em comparação com 49,0% dos que pararam abruptamente. Após seis meses, 15,5% dos que pararam gradualmente e 22,0% do desistentes de modo abrupto ainda persistiam como não-fumantes.

Assim, segundo os autores, a cessação abrupta do uso do cigarro apresenta melhores resultados a longo prazo.

Fonte: Ann Intern Med. Published online 15 March 2016 doi:10.7326/M14-2805

Copyright © 2016 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários